Os 2 próximos lançamentos de D&D deste ano

Deixe um comentário


E como a WotC, não quer mais ficar atrás da Paizo, como tem sido nos últimos anos, dois novos lançamentos foram anunciados para a quinta edição de D&D.

Poder elemental não é intrinsecamente maligno, podendo ser dominado tanto por aqueles com intenções benignas quanto malignas. O Elemental Evil Adventurer’s Handbook provê tudo que os jogadores precisarão para construir personagens conectados diretamente ao arco Elemental Evil, com perícias, habilidades e magias que objetivam aprimora sua experiência de jogo durante a campanha.
Adicionalmente, informações de história e background provém maior profundidade e imersão.Um acessório que expande o número de opções disponíveis para criação de personagens para o arco Elemental Evil, provendo antecedentes expandidos, caminhos de classe e raças criadas especificamente para esta campanha.Provém informações e background do cenário, críticos para as maiores chances de sucesso.
Criação e desenvolvimento do suplemento pelo Sasquatch Game Studio LLC.




































Destrua um antigo mal que ameaça causar devastação nesta aventura para o maior RPG do mundo.
Chamados pelo Olho Elemental Ancião (Elder Elemental Eye) para servi-lo, quatro profetas corruptos se ergueram das profundezas do anonimato para tomar armas poderosas com ligações diretas ao poder dos príncipes elementais. Cada um destes profetas reuniu um grupo de cultistas e criaturas para servi-los na construção de quatro templos elementais de design letal. Depende dos aventureiros de facções heróicas como o Enclave Esmeralda e a Ordem da Manopla descobrir onde reside o verdadeiro poder de cada profeta e derrubá-los antes que eles surjam para obliterar os Reinos.
Uma super-aventura para o arco Elemental EvilPrinces of the Apocalypse provê tudo que um Dungeon Master precisa para criar uma experiência de jogo excitante e memorável.
Fãs de DUNGEONS & DRAGONS podem ter uma amostra do que esse produto reserva para eles através do programa D&D Encounters para jogos em lojas.


O que dá pra notar com essas notícias?
Primeiramente, reparemos que os dois arcos da 5ª Ed. são ameaças com pouca (ou mesmo nenhuma) relação direta com Faerûn, apesar de serem situadas nos Reinos Esquecidos, cenário oficial da edição.Paremos, eu evocês para pensar: Tiamat nunca foi uma deusa de grande destaque em Forgotten Realms, brilhando mais no clássico cenário de Dragonlance, certo?
Já o Elder Elemental Eye (que eu não conhecia e tive até que dar uma pesquisada rápida aqui para saber quem era) é um vilão clássico de Greyhawk. O que posso perceber é que o pessoal por trás da  5ª Ed. estão tentando agradar à maioria e se baseando em seus maiores sucessos – revisam histórias clássicas e os situam em seu cenário mais famoso, consolidando a experiência. Ok, Tiamat e Tharizdun já foram relacionados a Faerûn, mas é uma ligação irrisória. Considerando que a Wizards of the Coast afirmou que lançaria novos cenários se tivesse boas histórias para contar neles e que está usando as histórias de outros cenários nos Reinos, o lançamento de novas versões para esses cenários parece cada vez mais distante.

Já envolvimento do Sasquatch Game Studio implica Richard Baker na história. Escritor e game designer, Richard é "macaco velho" da cena de RPG. Esteve muito envolvido com a terceira edição de D&D e trabalha atualmente no MMO Pathfinder Online (sim, na concorrência direta!). Usar um estúdio como um todo parece um sinal de que a Wizards of the Coast está concedendo mais liberdade criativa aos seus freelancers, o que é excelente, pois permite renovação nos cenários, algo que D&D tá carecendo a anos!
Aparentemente, esse será o esquema dos lançamentos para a quinta edição – dois arcos de história por ano, com aventuras e suplementos relacionados a ele. Os livros são em capa dura e alto custo (para nós claro); com sorte, anúncios menores e mais baratos serão lançados também.