Seguidores

Como usar Dinossauros em sua mesa de RPG?

Deixe um comentário
Depois de assistir ao filme Jurassic Park  World, tenho pensado bastante no uso de dinossauros em jogos de RPG, principalmente na fantasia medieval, que é a ambientação mais conhecida e jogada no meio rpgistico. Na verdade, tenho pensamentos e sentimentos conflitantes a respeito do uso deles em jogo.

Primeiro de tudo, uma coisa tem de ser deixada bem clara: adoro a franquia Jurassic Park e, querendo ou não, não consigo deixar de associar os filmes a qualquer aventura que envolva os mesmos. E como gosto de sempre inovar, fica difícil pra mim bolar uma aventura sem pensar em um resgante envolvendo gente com muita coragem (e pouco juizo), que buscam salvar gente sem juízo algum, que foram parar em uma ilha povoada de répteis gigantescos e perigosos. O que é basicamente o tema de nada menos de 3 filmes!*
Com isso, acabo me frustrando e daí deixo a ideia de lado e penso em outro tema, que nada tem a ver com dinos.    

*Por ordem, o primeiro, o terceiro e esse quarto agora, que é uma homenagem ao primeiro filme!       

Segundo ponto importante: dinossauros são legais. Ponto final, sem direito a discussão. Nós aprendemos a amá-los desde criança, quem nasceu e cresceu na década de 90 foi bombardeado com diversos produtos relacionados graças ao sucesso do filme (antes, os efeitos do sucesso de um filme durava bem mais do que o ano de lançamento, como é hoje) e é difícil deixar isso de lado. Por isso, ao mesmo tempo que gosto deles, acho que simplesmente jogar dinossauros contra os jogadores como se fossem monstros comuns é meio sem graça. Em um cenário em que há tantos monstros estranhos, tratar os dinossauros como apenas mais um deles é ao mesmo tempo frustrar os jogadores (afinal, eles querem matar dragões e hidras, não triceratopes ou velociraptores) e tirar dos dinossauros seu devido destaque. Pra mim, usar dinossauros dessa maneira dá a impressão do mestre estar com preguiçosa de pensar num monstro “de verdade” pro jogo.

Por isso mesmo acho que dinossauros são melhor usados na temática do “mundo perdido”. Veja, eles não são inteligentes, não no nível humano,logo, não podem mudar o ambiente para seu próprio proveito, como nós. Então eles precisam de alguma forma se integrar no ecossistema, como qualquer criatura selvagem. Que modo melhor do que se houver um ecossistema pré-histórico perdido em algum lugar do mundo, como é o caso da Ilha Nublar nos filmes de Jurassic Park?

Agora que eu andei pesquisando, a ideia não é lá muito nova. Um “mundo perdido”, uma parte do mundo atual onde criaturas pré-históricas ainda habitam, existem desde em Viagem Ao Centro Da Terra, escrito em 1864 por Julio Verne, passando por O Mundo Perdido, de 1912 e escrito por Sir Arthur Conan Doyle (é, ele mesmo, o criador de Sherlock Holmes)!
Até na própria fantasia pulp (outro dia explicarei o que é isso), Conan encontra um “dragão” que nada mais é que um dinossauro sobrevivente de eras pré-hiborianas*, no conto de Robert E. Howard Red Nails
Ou seja,o tema é perfeito para você que assim como eu, adora um cenário de baixa fantasia e/ou quer algo mais realista nas suas partidas. Basta cortar as raças e criaturas fantásticas, ou ao menos limita-las, e deixe que os dinos sejam a estrela principal do território e da aventura.  
 
*A Era Hiboriana não existiu, ô povo amante de História, é só um período histórico criado pelo autor para situar as historias de Conan!

Esse tema pode sempre ser aproveitada para dar um clima diferente a uma aventura, fazendo os jogadores saírem da zona de conforto (a masmorra) e criando encontros inesquecíveis destes com os dinossauros. Certamente isso fará da experiência dos jogadores com os dinossauros muito mais significativa e divertida, e se eles quiserem, você pode criar toda uma campanha dentro dessa temática pré-histórica! 

Mas e se eu ainda quiser que haja fantasia? Eu gosto de dinossauros mas também adoro orcs, dragões e afins... Você se indaga. Sem problemas. Não é só porque estamos usando dinossauros que a alta fantasia precisa ficar de lado. E se neste “mundo perdido” um grupo de homens primitivos precisa da ajuda dos aventureiros para se defender de uma tribo de homens-lagarto que usam as feras pré-históricas como bestas de guerra treinadas? 
Quão impactante seria para os personagens dos jogadores confrontarem cavalarias ligeiras de velociraptores. Ou pior. cavalarias pesadas de T- Rex e Deinonicos (uma especie de primo grandalhão do Velociraptor?) 
Dá pra imaginar a cara dos jogadores ao ver tropas de triceratopes que funcionam como verdadeiros tanques de guerra vivos? Maquinas de cerco montadas em lombos de Braquiossauros? e Paquicefalossauros e Anquilossauros servindo como arietes vivos contra os muros do acampamento da tribo?
Resultado de imagem para montado num dinossauro
Pense que legal enfrentar um chefão montado num T-Rex?

Esse é um paquicefalossauro, com sua cabeça blindada a ponto de quebrar barras de aço



Ankylosaurus dinosaur.png
E esse é um anquilossauro, que você viu confrontando a Indominus Rex no Jurassic World

E se esses bichos forem "importados" por feiticeiros e druidas malignos para criar caos e destruição no reino? Ou ainda um reino rival resolver fazer o mesmo que a tribo de homens lagartos, mas com armaduras, armas e táticas superiores? Isso daria, nada mais nada menos, que um confronto ÉPICO (com merecidas letras maiúsculas) do qual seus jogadores lembrariam pra vida toda! 

Enfim, acho que dinossauros podem ser usados de maneira criativa, como feras terríveis e únicas, que ficarão marcadas na memória dos jogadores. Basta o mestre se esforçar um pouquinho e encaixar melhor estas criaturas dentro do conceito de suas aventuras. Agora, se me derem licença,vou aproveitar esse momento de inspiração e bolar alguma coisa para atormentar meus jogadores. Algo que envolva feras bem antigas e com muitos, muitos dentes... Mas sem resgate de gente desmiolada!