Seguidores

É possível um cego jogar Magic? Sim! Veja o caso de Richard!

Deixe um comentário

Achei essa postagem (quem diria!) no 9Gag e obviamente tive que postar porque tá uma secura
no blog sobre Magic  Mentira. Quer dizer, não é, mas não é só por isso que vim postar a noticia.
Simplesmente acho massa (e acredito que você leitor, também seja assim) quando alguém consegue superar suas dificuldades para conseguir fazer o o que deseja, seja, também seja assim cursar uma faculdade, se formar, praticar um esporte... ou jogar Magic!

Pra aqueles que não manjam da língua do Tio Sam, a tradução do texto está lá embaixo!

They Included A Blind Player At Their Magic Origins Pre-Releases

Eu sou Imogen, um Magic: The Gathering TO no Juicafe em Lancaster, Inglaterra, e este álbum é para mostrar como nós incluem um leitor cego em nossa magia Origins Pre-Release.

Isso tudo começou com a classificação acima de seu baralho antes que ele pudesse digitar seus protetores de cartas.

Ele teve os mesmos 45 minutos como todos tiveram para montar seu baralho. Isso envolveu eu lendo todas as cartas que ele tinha adquirido e ele dizendo o que queria jogar ou não. Um monte de cartas que eu lia e ele dizendo o que ele queria jogar ou não. Várias cartas ele já tinha memorizado porque soube por spoilers.

Depois disso ele teve duas horas para digitar seus protetores de carta, o último dos quais foi enquanto todo mundo estava montando seus decks ainda, por isso ele pode iniciar a primeira rodada como todo mundo.

Richard com sua "impressora", digitando nos protetores.

A impressora é surpreendentemente leve e portátil, mas é totalmente mecânica que funciona mais ou menos como uma maquina de escrever, mas com vários botões que Richard pressiona em conjunto para poder digitar certas letras ou palavras .

Lendo os protetores para ver se está tudo certo.

Em cartões com pouco texto, ele repete o texto de modo que o "protetor" inteiro é coberto. Isto serve a dois propósitos, em primeiro lugar, isso significa que o seu adversário pode tentar descobrir quais as cartas estão em seu nome pela quantidade de texto sobre eles, em segundo lugar, para que seu baralho fica "equilibrado", todos os cartões tem a mesma espessura em toda a toda carta, para seu baralho não inclinar e cair.

Em resumo, é como qualquer outro jogo

Richard assenta o seu adversário para anunciar tudo o que jogar para que ele possa manter o controle de seu jogo.Isso é meio fora da zona de conforto dos jogadores, mas todos eles pegaram o jeito muto fácil.

Uma olhada de perto nas cartas com braile em sua superfície.

Todas as cartas têm o seu nome tanto na parte superior e de cabeça para baixo na parte inferior para que Richard pode lê-los rapidamente, mesmo que ele pega-los de cabeça para baixo.

Lendo as suas cartas para lembra-las de sua presença na mesa.

Mesmo com um novo conjunto que tinha memorizado a maioria dos cartões de modo que ele sabia o que tinha na frente dele, com apenas uma rápida leitura dos nomes de cartões. ele também usou cortam com pontos em relevo para que ele possa manter o controle de sua própria vida.

Simplesmente incrível!