Seguidores

Dungeons e mapas para... uma torre em um vulcão!

Deixe um comentário

Sábado é dia de sessão de RPG com meus broders e por que não um mapa novinho para isso?

Vulcões sempre foram elementos muito utilizados por mestres para enriquecer, ou dificultar, ainda mais as aventuras dos jogadores – não necessariamente nesta ordem. Pois hoje é dia de vulcão. O mapa que trago é uma estrutura abandonada no coração de uma cratera de um vulcão.

O mapa tem três áreas distintas. Pela esquerda temos a entrada principal da estrutura; pela direita temos a entrada para um pequeno complexo de cavernas; e no centro temos a torre propriamente dita. A estrutura como um todo está abandonada e semi-destruída.

Começando pelas dungeons vemos que ela ocupa toda a área das paredes do vulcão, circundando a cratera em si. As duas extremidades – leste e oeste – estão isoladas já que os corredores estão desabados. O acesso à torre central por este lado oeste está impossibilitado também já que a ponte que os liga está desabada. A porção leste da dungeon só pode ser acessada por meio dos corredores da caverna em dois pontos. Observe que se o grupo entrar pela porção oeste, ele terá que desce para as cavernas e voltar para a dungeon apenas mais adiante. Isso é muito interessante, pois obriga o grupo a percorrer mais áreas antes de alcançar a torre.

A área da caverna é extensa e repleta de subidas e descida. Sugiro que seu acesso externo às cavernas seja conhecido pelo grupo com dificuldade, para obrigá-los a fazer o caminho mais longo. Dois detalhes nesta porção é que há pontos de lava espalhados pela área. O segundo ponto é que há a possibilidade de acessarmos a cratera em si através da borda de um rio de lava e nesta cratera temos uma pequena caverna isolada (ótima para algum elemento de interesse).

A área da torre é básica – uma torre de quatro andares com quatro pontes de acesso (duas destruídas e uma muito avariada) e suspensa sobre um lago de lava.

Este tipo de mapa pode servir de muitas formas. Pode ser um local místico abandonado, um santuário cheio de poder divino de alguma divindade da região, pode ser a forja abandonada de um grupo de anões armeiros que se valiam da lava para forjar armas especiais, pode ser o ex-covil (ou ainda) de um lich ou de um mago necromante. Não importa, as possibilidades são muitas e todas interessantes.

Se o local estiver abandonado, faça o grupo enfrentar muitas armadilhas ou muitos inimigos, mas não os dois. Se ele ainda estiver habitado não o encha de adversários, mas coloque bons desafios.