Dá para jogar com vários personagens ao mesmo tempo?Claro! Parte 2

Deixe um comentário
Bom, dando continuidade ao post, agora eu vou dar sugestões de como dar personalidade aos seus personagens "bucha de canhão", ainda que de uma maneira bem rasa, nível filmes de terror B, ou qualquer filme mal escrito,como Transformers. Afinal, no 1º caso,ninguém se importa muito com os personagens já que a maioria vai morrer em breve e no 2º é porque os personagens são o de menos, eles apenas querem vivenciar uma historia de muita ação e aventura.

Resultado de imagem para dcc rpg
Com esse já foram seis, e olha que nem deu TPK

Interprete seus valores de atributos:
uma das primeiras dicas de como interpretar seu personagem, especialmente em um sistema simples como o DCC e afins, são os valores dos atributos de seu personagem. Como esses valores influenciariam seu comportamento. Um personagem marombado se comportaria como um valentão, por exemplo. Já outro, muito ágil, poderia gostar de exibir sua habilidade, fazendo finta, piruetas e cambalhotas desnecessárias no combate, o que dá mais satisfação do Mestre ao matar o zé ruela!

Um personagem com muita constituição mas pouca força poderia ser muito alto, mas magrelo? Sim, mas também um pode ser um gordinho sedentário e comilão.
Um personagem inteligente, mas com personalidade baixa poderia ser um estudioso tímido e de poucas palavras? Sim, mas também pode ser um aprendiz de mago super dotado e por isso ser boçal para caralho!                                                                                                            
Isso porquê eu estou usando apenas um ou dois atributos para traçar a personalidade. Se você quiser algo mais completo, pode usar todos os traços dele!




Ocupação: uma boa referência para interpretação do personagem é pensar como agiria um profissional daquela ocupação e fazer referências à suas atividades durante o jogo. Um sapateiro, por exemplo, poderia ficar intrigado pelos calçados das vítimas e pelo formato das pegadas deixadas pelos atacantes. Quem sabe até identificando a classe social ou tipo racial dos usuários. Um armeiro poderia fazer observações sobre a qualidade do aço das armas dos inimigo ("esse aço é antigo, mas é bom, dá pra conseguir umas duas ou três coroas por essa adaga").

Manias: tente criar uma pequena mania para cada um de seus personagens. Uma só coisa já pode ajudar a diferenciá-los na hora do jogo. Pode ser cacoete, uma gíria, um bordão, um hábito. Talvez ele coce a barbicha sempre que estiver analisando algo. Ele pode dizer "cara"  ou "vadia" a cada frase. Ele pode ter um chapéu o qual vira para trás antes de entrar em combate. Enfim, se você fuçar a internet vai encontrar tabelas e mais tabelas por aí com centenas de peculiaridades a serem utilizadas, então divirtam-se!

*Augúrio: Esse merece o asterisco pois é algo bastante especifico do sistema DCC. Nesse RPG, cada personagem possui um augúrio, um fator místico que altera um pouco o seu destino. Como um signo zodiacal que lhe dá bônus e penalidades dependendo da Sorte do personagem. Um personagem nascido em um campo de batalha talvez tenha pesadelos de matanças que o façam perder o controle de vez em quando. Outro personagem, o sétimo filho de um sétimo filho pode ser traumatizado pelo preconceito que sofreu e acreditar ser amaldiçoado. Enfim. Pense como o augúrio pode afetar a vida e a visão do personagem sobre si mesmo e sobre o mundo ao seu redor. Com um pouco de criatividade, dá pra conseguir uma boa base interpretativa.

Personalidade exagerada: Para começar a diferenciar os personagens, pelo menos enquanto você ainda tem quatro deles para jogar ao mesmo tempo, você pode escolher um traço simples de personalidade e exagerá-lo um pouco. Um deles pode ser muito preguiçoso. Outro muito medroso. Outro um valentão sem noção, e assim vai.

Revezamento por encontro: Mas e como fazer tudo isso ao mesmo tempo sem parecer um esquizofrênico? Bem, você não precisa fazer tudo isso ao mesmo tempo. Uma boa solução é alternar o foco da interpretação entre os seus personagens a cada encontro ou cena. Foque individualmente em cada um, desenvolvendo os traços acima e cada encontro. No próximo, mude o foco de personagem e desenvolva outro. Dessa forma você poderá explorar todos eles e decidir qual gosta, sem ficar perdido tentando fazer tudo ao mesmo tempo!

Resultado de imagem para dcc rpg

Agora que já te orientei, tente usar isso em suas aventuras, tanto para os novatos quanto pros veteranos indecisos e boa sorte na sua mesa!